Day 12 – Uma pessoa que é especial para você

nostalgia_by_caiobuca-d480krk

                Se fechar meus olhos agora vou jurar que estou voando e vou lembrar… Vou lembrar-me de quando eu era pequena o suficiente para você me erguer com os pés enquanto deitado na cama, nós dois íamos fazer barulhos de avião e eu voaria. Realmente acreditava que aquela sensação era a mesma de voar. Não lembro quando, mas você construiu um balanço para mim na varanda de casa. Não era nada demais, apenas uma tábua velha amarrada às vigas por uma corda comum onde eu passava horas com você me empurrando e tudo o que eu fazia era repetir “Mais alto!”. Sabe de uma coisa? Perdeu um pouco a graça quando aprendi a balançar sozinha.

                Eu era pequena demais para lembrar, mas a mãe me contou que você me punha no andador e o lançava pela sala. Talvez hoje em dia isso seja considerado perigoso para se fazer com bebês, uma crueldade! Mas me contaram como eu ria com isso. Lembro de ir deitar com você, eu estava com medo do bicho papão ou de algum pesadelo e você me deixava subir ao seu lado me abraçando; estava então automaticamente segura. Você era então meu herói! O homem mais forte do mundo, mais inteligente, mais corajoso, mais gentil e mais bonito… Eu queria namorar você, então não o chamava como deveria e sim de “meu namorado”.

the_return_by_ermy-d4ph1gz

               Não sei o porquê, mas você nunca deixou eu te beijar quando era criança… Isso me deixava triste e tinha de inventar novos meios para demonstrar como eu gostava de você! E ainda gosto. Até hoje sou capaz de lembrar-me da sua versão dos contos de fada tradicionais e de sentar perto de você quando começava a contar a saga da nossa família. Estou quase chorando enquanto escrevo porque até agora pouco eu acreditava que não existia nenhuma pessoa “especial” na minha vida, mas foi só até lembrar-me de você. Lembrar da comida que faz especialmente para mim, de como consertava meus brinquedos ou fazia bainha nas minhas roupas.

                Eu agora sou “grande” e não caibo mais no seu colo nem você agüenta mais me erguer com as pernas, em vez disso sentamos juntos, lado a lado, e conversamos. Você conta das coisas importantes que ouviu na televisão ou leu no jornal e eu conto do que aprendi na faculdade, às vezes você chega bravo perto de mim contando do comportamento das outras garotas e me diz o comportamento que quer que eu tenha… Eu concordo para te fazer feliz, mas sei que você não entende algumas coisas dos dias de hoje. Eu te escuto e escuto você falar da mulher que quer que eu seja e de como tenho de ser forte e corajosa porque sou sua neta meu avô!

                Vovô, avô, avozinho… Você ainda é meu herói, sabia? É difícil admitir, porque também foi difícil crescer e ver que o homem mais perfeito do mundo tem os seus defeitos como todas as criaturas do planeta. Eu sei que agora eu que tenho de ser forte para você como uma vez fez o mesmo para mim. Só quero que saiba, mesmo que não saiba entrar na internet avozinho, que você é meu pai, meu herói e sempre o será.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s