Day 09 – Um Poema

Acredito que esse seja o dia mais fácil do desafio, afinal escrevo poesia desde os meus nove anos. Não digo que fossem poesias maravilhosas nem necessariamente boas, mas sempre foi fácil brincar com as palavras e transformá-las em rimas.

Se tudo fosse fácil assim;

Apenas fazer rimas sem fim;

Riscar o papel com tinta nanquim;

Não estaria no divã toda semana.

Falar, falar e falar;

Falar de mim, a fala aqui é soberana;

Papel é tão mais fácil, apesar de resposta nunca dar;

Amigo mais fiel não se poderia encontrar.

Nesse lugar onde a fala é regra;

As vezes fico é quieta;

Palavras demais são o traço da minha tragédia.

Palavras empilhadas e pensamentos aos montes;

Brotam de infinitas fontes;

Como calar a voz que é interna e sem fronte?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s