A História que as Moscas Contam

24afe5ccf0a43a8a8491933494dfab96-d5ifoko

              Na história que as moscas contam o menino brincava com o anel no dedo médio da menina que se encaixava no peito dele como uma peça perdida de quebra-cabeça não montado, feito só de peças díspares. Isso os homens convencionaram chamar de amor. O menino coloca a língua na boca da menina e dançam, isso chama-se beijo.

                Tanto o menino quanto a menina não deixam os olhos se tocarem. Não! Olhos não podem se tocar, isso quebra as regras do jogo! Meninas beijam meninos, meninos brincam com os anéis nos dedos anulares das meninas, juntam-se como um quebra cabeça díspare, mas olhos meninos não podem tocar olhos meninas.

As moscas riem;

Todos estão cegos!

                E os meninos beijam na boca de meninos. Eles riem sapecas e brincam brincadeiras, um chute, uma bola e um gol. Um tapa, um soco, uma rasteira e logo, antes que qualquer um possa ver, os meninos rolam pelo chão trocando carícias próprias. É engraçado quando entre socos e pontapés, palavrões e gritos de dor os lábios se encontram e dessa vez são as línguas que começam a brigar. Um chute, uma bola e um gol. Um tapa, um soco e uma rasteira. As línguas rolam furiosas no infinito do céu da boca. É feito o beijo. Meninos beijam na boca de meninos.

                Nas brincadeiras de brigar os meninos se tocam e os olhos meninos encontram olhos meninos. Não há problema nenhum nisso, são só meninos.

As moscas suspiram,

Não há amor!

                A chuva amarela rega flores sem perfume e sem pétalas, pássaros voam livres por poucos metros, meninos correm. Na plácida tarde de domingo é feito o querer. A luta ruidosa dos meninos brincando de querer e brigando por querer. Juntam-se os quereres e é feita a guerra pacífica, bem ali entre as moitas verdejantes em plena grama.

Them_Fighting_Kids_by_digimurder                Não há ódio nem amor, não há sofrimento, apenas um pouquinho de dor e, quem sabe, uma dose de rancor, a vida não é justa e eles são só meninos. Borboletas beijando flores sem perfume nem pétalas, não são borboletas… São apenas zangões.

As moscas choram;

Meninos buscam meninas!

                Meninos crescem e passam a buscar meninas na história que as moscas contam. O mundo não é brincadeira. Chorem e esperneiem , os adultos são surdos e os meninos beijam meninos já que as meninas não se deixam beijar.

Anúncios

Um comentário sobre “A História que as Moscas Contam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s