Universo Zumbi – Dia Zero

Dia 15/03/2012

Ei, senhora depressão, hoje faz um ano que oficialmente convivemos juntas e pela primeira vez tomo coragem para falar com você, encarar você. Sabe você tem atrapalhado bastante a minha vida nesse período, tem me impedido de estudar, me divertir, sair com meus amigos e em troca me faz passar dias e noites chorando e me sentindo péssima, tirando a minha fome e meu prazer com a comida ainda por cima me faz passar vezes sem fim vomitando no banheiro! Sinceramente não queria nem ter lhe aberto a porta, mas quando um amor saia e um bando de merdas acontecem é natural que você entre por uma janela sem que se perceba e se instale como em casa.

                No começo nem queria admitir que você estava lá, enganei-me por um mês e meio com remédios da flora que não faziam nenhum efeito e recusando a consultar-me com médicos especializados, até que você, finalmente, sugou tudo o que tinha em mim junto com minhas noites de sono e só deixou sobrar um trapo velho sem jeito ou função largado no meu apartamento cuja única alternativa foi ser preenchido com remédios (pra dormir e para ser feliz). Agora pergunto: Alguma vez você me deu uma folga? Me permitiu melhorar? Cada vez que eu me considerava bem, melhorando, usava de suas artimanhas para deixar-me mal mais uma vez. Quer saber? Cansei, cansei de cair e não ser capaz de levantar, de precisar que minha mãe ou minhas amigas me reerguessem.

                Sabe o que é pior? Você toma todas as minhas armas e me deixa desarmada para lutar com você! Sua luta não é justa, por isso caí tantas vezes. Hoje ainda tenho vontade de correr para os braços da minha mãe e chorar até minha alma sair do meu corpo e assim, quem sabe, eu não sinta tanta dor. Não posso negar, porém, que graças a você eu pude me reavaliar, ver quem realmente se importa comigo e dar um valor supremo aos momentos em que não sinto seu ranço  ou da sua companheira a senhorita solidão no meu encalço.

                Voltando ao tema principal, hoje “comemoramos” um ano juntas. Hoje declaro minha guerra contra você, por muito tempo foi você quem esteve no controle dizendo quando eu poderia estar “bem” e quando eu ficaria terrivelmente mal, ontem eu chorei um dia inteiro e… Sabia? Não morri, acordei viva como sempre e por um tempo você me deixou em paz e, sem me dar um dia de folga, quis voltar essa noite! Pois bem senhora, essa noite não! Hoje é meu aniversário e vou ficar feliz custe o que custar. Vou comemorar, sair com os amigos e me divertir! E se chorar será de alegria!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s