Relato Iraquiano

 

As areias sopram sem cessar;

O tempo da ampulheta tenta me enganar;

Insistindo em fazer o passado voltar;

E eu aqui, não me deixo parar!

 

Rezo uma prece sem sentido;

O sol sobre meus ombros, um mudo pedido;

As dunas que correm recebem o sal;

Das lágrimas invisíveis do meu mal.

 

À vida tão seca, já estou acostumada;

Com pesar eu sei que pelo vento sou amada;

Sem pouso garantido é o seu legado;

Do destino um capricho, da vida um acaso.

 

Em meus caminhos cismam retornar;

Do passado, as lembranças de um carinho no olhar;

Abaixo a cabeça como para enfrentar uma onda;

E remo contra a maré de escuridão que me ronda.

 

Rios de água vermelha, areia encharcada;

Homens armados em inferno transformaram minha morada;

Sobreviver em meio ao caos, sorte ou azar?

A fúria dos homens sobre a terra, tão difícil de explicar!

 

O chorar não amolece o coração;

Gritos de horror, não mais o murmurar de uma canção;

Em vão todos a implorar o perdão;

De um massacrador com armas na mão!

 

Lamenta meu povo, que crime foi cometido?

Me pergunto se para essa guerra toda há sentido?!

Bombas explodem, a terra a tremer;

Encolhidos sob os véus, meu povo a sofrer!

 

A guerra foi feita, quando terminará?

Em cantos escuros, escondidos, perguntam a Alá;

Povos além do mar não escutam a oração;

De quem implora por uma solução.

 

Dizem buscar guerra para encontrar paz;

Só eu sei que com sangue isso não se faz!

Procure meu ponto de vista compreender;

Afinal não é você que vai morrer!

 

Exilada acompanho pela TV;

A dor de quem não tem como se defender!

Venho então, por meio desta, pedir que tenha compaixão;

Para um povo sem futuro, a não ser que se dissemine a compreensão!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s